No Dia do Amigo, Goiás se aproveita do Palmeiras e vence

Ir em baixo

No Dia do Amigo, Goiás se aproveita do Palmeiras e vence

Mensagem por Admin em 20/7/2008, 7:40 pm

No Dia do Amigo, Goiás aproveita a camaradagem do Palmeiras e vence
Jogadores palmeirenses foram bem amigos dos atletas do Esmeraldino e falharam inúmeras vezes no sistema defensivo

Em pleno Dia do Amigo, neste domingo, 20 de julho, os jogadores do Palmeiras foram bem camaradas com os atletas do Goiás. Com três falhas, duas em jogadas aéreas e uma com Diego Souza perdendo a bola para Romerito, o Esmeraldino venceu o Alviverde paulista por 3 a 2, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pelo Campeonato Brasileiro. No primeiro tempo, Alex Terra e Paulo Henrique fizeram os gols do time da casa. Alex Mineiro e Jeci deixaram tudo igual. Mas, na etapa final, a equipe goiana chegou ao terceiro gol com Alex Terra.

Com 14 pontos, o Goiás segue em sua luta para deixar as últimas colocações e conseguiu respirar após os jogos das 16h deste domingo, pois o time deixou momentaneamente a zona de rebaixamento e está em 16º lugar. Agora, os goianos torcem para que o Atlético-MG não vença o Coritiba para manter a sua posição. Já o Palmeiras, faltando três jogos para o fim da rodada, ainda integra o G-4 em quarto lugar com 21 pontos, mas pode perder o seu lugar entre os líderes. A equipe continua mostrando que fora de casa não tem o mesmo rendimento.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, a 14ª, o Goiás enfrenta o Cruzeiro, quarta-feira, às 19h30m, no Mineirão. Já o Palmeiras disputa o clássico contra o Santos, quinta-feira, às 20h30m, no Palestra Itália.

Jogo emocionante

O jogo começou muito estudado, com as duas equipes marcando forte e criando pouco. Mas, logo em sua primeira investida no ataque, o Goiás abriu o placar. Aos 11 minutos, Júlio César cruzou na medida e o baixinho Alex Terra aproveitou a falha da zaga palmeirense e, livre de marcação, cabeceou para o fundo da rede.

O Palmeiras respondeu aos 16, com cruzamento de Fabinho Capixaba, que Alex Mineiro, de cabeça, exigiu boa defesa de Harlei. Mas, aos 21, em cobrança de falta de Júlio César, a bola foi alçada na área novamente, os zagueiros não marcaram, Marcos saiu em falso do gol, e o zagueiro Paulo Henrique, livre de marcação, de cabeça, fez 2 a 0.

O técnico Vanderlei Luxemburgo percebeu a apatia do Palmeiras e mexeu na equipe aos 33 minutos do primeiro tempo. Ele sacou o volante Sandro Silva, que já tinha recebido o cartão amarelo e não estava marcando bem, e colocou o meia Evandro, que jogava no Goiás no início do Brasileiro.

Com Valdivia bem marcado por Ramalho, mas com Diego Souza, Leo Lima e Evandro criando boas jogadas no meio-campo, o Palmeiras se lançou para o ataque. O Verdão cresceu em campo, passou a tocar a bola e a chegar com perigo pelos lados do campo.

A pressão do Palmeiras surtiu efeito aos 42 minutos. Em bela jogada de Leo Lima, que percebeu a movimentação ofensiva e fez um lançamento milimétrico para Alex Mineiro. O atacante ajeitou com estilo e, da entrada da área, acertou um belo chute, sem chance de defesa para Harlei.

O Goiás sentiu o gol de Alex Mineiro e tentou se fechar na defesa, recuando muito, principalmente com os jogadores do meio-campo, para tentar terminar o primeiro tempo em vantagem no placar.

Mas, na base do tudo ou nada, o Palmeiras partiu para o tudo ou nada. E na bola parada a equipe chegou ao empate, também em jogada aérea. Aos 46, Leo Lima cobrou falta na medida, Jeci se antecipou e, de cabeça, deixou tudo igual: 2 x 2.

Segundo tempo

O jogo ficou aberto no segundo tempo. O Palmeiras começou melhor e Alex Mineiro, aos sete minutos, exigiu ótima defesa de Harlei. Aos 12, após falha de Leandro, Júnior César chutou da entrada da área e o próprio Leandro evitou o gol do Goiás.

Mas, em nova falha do Palmeiras, o Goiás chegou ao terceiro gol. Aos 15 minutos, Diego Souza perdeu a bola para Romerito, que se lançou ao ataque e cruzou na medida para Alex Terra, livre de marcação, completou para o fundo da rede.

Inconformado com as falhas individuais do Palmeiras, Luxemburgo mexeu no time outra vez. Primeiro, ele tirou Evandro para mandar a campo Maicosuel. Em seguida, o atacante Kléber foi expulso, pela terceira vez no Brasileiro, por acertar um pontapé em Rafael Marques. Depois, o treinador mandou o apagado Valdivia ceder a vaga para Denílson.

Com um a mais em campo, o Goiás tomou conta do jogo. Marcos fez três ótimas defesas em dois chutes de Alex Terra e um de Vitor. O Palmeiras ainda teve uma boa chance para empatar, com Denílson, mas, ao invés de finalizar, o atacante tentou driblar e perdeu a bola. Melhor em campo, o Esmeraldino venceu o jogo por merecimento. Denílson ainda foi expulso após o encerramento da partida.

Fonte:Goloboesporte.com
avatar
Admin
Admin

Número de Mensagens : 10
Data de inscrição : 17/07/2008

Ver perfil do usuário http://we2002edition.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum